Quem inventou e como surgiu o computador? PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 177
PiorMelhor 
Vestibular - Informática para vestibular
Escrito por Milena Queiroz Gonçalves Santos   
Quem inventou o computador?
 
O computador é uma invenção sem inventor.   Ao contrário de muitas novidades, que alguém com nome, sobrenome e atestado de vacina desenvolveu em laboratório, ou descobriu por acaso, o computador sempre foi um aperfeiçoamento constante de idéias anteriores.   Muitas vezes, nada acontecia durante séculos, até alguém dar o passo seguinte;   e alguns desses passos foram gigantescos.  
Nos dias mais recentes, acrescentamos à indústria da invenção a indústria da obsolescência planejada e a criação de uma famosa teoria baseada na idéia de que a capacidade de memória e gestão dos computadores dura apenas 1 ano – e que neste período novas máquinas são inventadas, tornando as anteriores carroças medievais.

Como surgiu?
Por volta de 1617, o matemático John Napier inventou uma máquina construída com cilindros de ossos, que permitia a realização de multiplicações, divisões e raízes simples, que ficaria conhecida como os “Ossos de Napier”.   Com a invenção dos logaritmos por J.Napier, construí-se a primeira régua de cálculo.
   Blaise Pascal (1623-1662), geômetra francês, escritor, filósofo e cientista, após dois anos de trabalho, inventou, em 1642, uma máquina calculadora para ajudar o próprio pai nos cálculos dos impostos.   A Pascalina (assim chamada) funcionava praticamente como um moderno adâmetro ou um medidor de luz, executando adições e subtrações e permitindo o transporte de números. Assim como aconteceu com o ábaco, a máquina de Pascal foi submetida a uma série de aperfeiçoamentos por diversos matemáticos da época.
Gottfried Von Leibnitz, (1646-1716), filósofo e matemático alemão, a quem se se deve o conceito mônada (= substância simples ativa, indivisível do que todos os corpos são feitos), e um dos fundadores do cálculo infinitesimal, aperfeiçoou a idéia de Pascal, construindo em 1671, uma máquina calculadora que executava multiplicações e divisões.   Com a invenção do lápis, da caneta e das réguas de cálculo, surgiu uma infinidade de meios de registrar, calcular e processar dados.
Mas uma idéia revolucionária, que, bem mais tarde, levaria à invenção do programa, surgiu com a era industrial.   Em 1804, Joseph Marie Jacquard inventou o tear automático Jacquard, as primeiras fichas perfuradas, por cujos orifícios passava a corrente elétrica para o trabalho de computar.
Em 1822, o inglês Charles Babbage (1792-1871) realizou um protótipo de máquina diferencial para construir as tábuas logarítmicas.  
Isto convenceu as autoridades britânicas a encorajar e subvencionar as suas pesquisas, visando à construção de uma máquina capaz de executar cálculos mais complexos.   Babbage, ajudado pela sua companheira, trabalhou anos a fio e evenenou sua existência no projeto e realização da máquina analítica (com memória e capacidade de programação, embora totalmente por processos mecânicos) que, mesmo impecável como projeto, nunca chegou a funcionar devido às limitações objetivas da tecnologia de então.
A máquina analítica de Babbage, mesmo tendo sido um sonho irrealizado, é considerada o primeiro computador da história, porque a sua programação devia ser feita por fichas perfuradas para cálculos sempre diferentes e tinha uma memória, se bem que limitada.
Mais ou menos na mesma época, estabeleceram-se os fundamentos de álgebra binária, base da informática.   A elaboração da álgebra binária deve-se ao inglês George Boole (1815-1864).
As necessidades reais de processamento de grandes volumes de dados que conduzem ao surgimento dos principais dispositivos de cálculo aritmético.   Em 1880, nos EUA, o recenseamento da população foi elaborado por processos manuais, pelo que demorou sete anos e meio a ser divulgado o resultado, Herman Hollerith, funcionário do departamento de recenseamento, teve a idéia de conceber uma máquina que, através de processos electromecânicos, tratasse um conjunto de cartões perfurados onde seriam registrados os dados.   Assim, no recenseamento de 1890, a máquina de Hollerith permitiu resultados em cerca de três anos.
O sucesso desta invenção foi tal que Holletith criou uma companhia para a produção em série do seu invento, a Tabulating Machine Company que, mais tarde, associando-se a outras empresas deu origem à Internacional Business Machines Corporation (IBM).
A invenção da válvula termoiônica e dos primeiros sistemas de memorização magnética, nas primeiras décadas do nosso século, prepararam o terreno para o nascimento do verdadeiro calculador.
Em 1935, A IBM construiu a primeira máquina de escrever elétrica, cujos componentes possibilitaram o desenvolvimento de enorme variedade de equipamentos para escritório.
Apesar de ser um dos maiores contra-sensos da humanidade, as guerras têm sido uma espécie de dínamo tecnológico:   novidades que demorariam anos para surgir em tempos de paz acabam sendo antecipadas pela urgência da vitória (ou o pavor da derrota).   Foi durante a Segunda Guerra Mundial (1938-1945) que a ciência da computação deu seu salto definitivo.

 

LAST_UPDATED2
 

Notícias sobre vestibular

Acompanhe diariamente em nosso site, todos as informações sobre os vestibulares vigentes no país.
Acesse nossa seção ensino médio para revisar toda matéria estudada, e veja nossas dicas e orientações acima.

Notícias Sobre vestibular

Educação

Notícias do Mec